Você encontra motivação no trabalho? Fica animado com as possibilidades e atividades do seu dia a dia? Tem prazer na função que exerce? Todas essas perguntas escondem significados mais profundos do que aparentam, podendo dizer muito sobre você e sobre os passos a serem tomados na sua carreira. 

Um estudo de 2013, feito em 142 países, mostrou que apenas 13%, dos mais de 70.000 trabalhadores ouvidos, consideravam-se engajados em suas funções. Na prática, isso revelou que grande parte das pessoas está acostumada a trabalhar sem empenho e ânimo.

De fato, não é preciso recorrer a um estudo para chegar à conclusão de que a falta de motivação no trabalho é um problema comum — basta perguntar a algumas pessoas mais próximas e ver o resultado. Mas o que pode ser feito para resolver essa questão? Acompanhe este texto até o final e descubra a resposta! Boa leitura!

Por que as pessoas trabalham? 

Garanto que você já tem uma resposta pronta: as pessoas trabalham por dinheiro. Mesmo que verdadeira, essa conclusão é uma forma muita simplista de responder a essa pergunta.

Seres humanos são complexos por natureza: nossas ações e pensamentos têm diversas camadas de significados e objetivos. O mesmo acontece no trabalho — atividade que toma parte das nossas vidas e pode, ou não, ser um motivo de alegria e orgulho. 

Um estudo da New York Time Magazine mostrou que o simples fato de sabermos a importância do nosso trabalho para outras pessoas causa um aumento de performance. Em outro estudo, pesquisadores provaram que receber elogios sobre nossas habilidades tem grandes chances de aumentar nosso nível de atuação. 

Dessa forma, é possível afirmar que as pessoas trabalham por motivos que vão além das suas necessidades financeiras. Um senso de propósito, a superação e a contribuição social são fatores que detêm uma parcela importante na motivação que funcionários buscam em suas vidas profissionais. 

Como encontrar motivação no trabalho?

Agora, vamos citar algumas ações que vão ajudá-lo a desenvolver e manter a motivação nas suas atividades profissionais. Confira!

Busque um propósito

Frequentemente, sufocados com as responsabilidades da vida adulta, esquecemo-nos de buscar um motivo maior para nossas atividades diárias. O porquê das nossas ações parece ficar acobertado no processo automatizado da rotina. Assim, é preciso parar e perguntar-se: qual a razão para eu estar fazendo isso tudo? 

Encontrar um ou mais propósitos pode dar outra perspectiva para a sua vida profissional. É fato que toda profissão tem suas atividades massantes e até entendiantes, entretanto, elas tendem a ficar mais fáceis quando entendemos o motivo por trás delas. 

Uma coisa é pensar que você está preenchendo um relatório financeiro interminável; outra é coletar e analisar dados financeiros para investir em melhorias e aumentar a lucratividade da empresa — uma mesma ação com duas perspectivas diferentes.

Aposte em novas capacitações e habilidades

Estar em constante evolução é uma forma poderosa de motivação. É dessa maneira que a indústria dos games ganha a atenção dos jogadores, por exemplo. O desafio de passar de fase para fase entrega uma sensação de prazer e aumenta a autoconfiança. 

Na vida real, a mesma situação se repente: quando sentimos que estamos melhorando como profissionais — e como pessoas — a motivação e a autoestima parecem surgir naturalmente. Portanto, investir em cursos e no desenvolvimento de novas habilidades é importante para dar aquela animação ao dia a dia. 

Acolha e aprecie os desafios 

É fato que o novo costuma amedrontar: lugares, pessoas e situações desconhecidas podem trazem um certo frio na barriga e uma dose de ansiedade. Assim, é natural que os trabalhadores busquem estabilidade em suas atividades profissionais. 

Entretanto, ter estabilidade não significa uma total ausência de objetivos, metas e desafios a serem superados. Por isso, busque ativamente projetos e atividades que exigirão dedicação e poder de superação da sua parte. Acredite, mesmo que seja um pouco assustador, essa atitude vai elevar consideravelmente os seus níveis de motivação. 

Tenha sonhos

Existe algum país que você queira visitar? Algum produto que seja seu desejo de consumo? Sonhos são combustíveis importantes para a motivação no trabalho. Eles dão sentidos às nossas ações e fazem os sacrifícios e dificuldades valerem a pena. 

Dessa forma, planeje e aja em direção aos sonhos: envolva-os no seu cotidiano, criando formas de manter o foco nos objetivos almejados. Como resultado, acordar cedo e ir para a empresa vai ganhar um novo significado, sendo mais um passo para aquilo que você tanto busca. 

Goste do que faz

Nem sempre é possível fazermos apenas o que amamos. No entanto, deve-se buscar maneiras de encontrar satisfação durante o expediente. Assim, tente eleger funções que tenham uma sintonia com sua personalidade, visão de mundo e habilidades naturais. 

Escolher uma profissão apenas pelo retorno financeiro pode ser uma decisão que gere desmotivação e frustração no futuro: é preciso buscar um equilíbrio entre fazer o que ama e receber a compensação financeira almejada. 

O medo é outro fator que entra nessa parte. É comum ouvirmos coisas do tipo “eu gosto de fazer isso, mas tenho medo de tentar”. A dica aqui é, caso seja arriscado demais uma mudança brusca, tente, progressivamente, realizar um alinhamento que o leve para a profissão dos sonhos. Por exemplo, caso você queira ser um escritor, por que não dedicar algumas horas por semana para escrever um livro? 

Reconheça e festeje suas realizações

Pesquisas em todo o mundo têm demostrado o quão importante é o reconhecimento no ambiente corporativo. A principal reclamação de muitos profissionais é justamente a falta daquele elogio ou feedback construtivo depois da tarefa terminada. 

Portanto, para evitar aquele vazio depois de uma conquista, comemore e presenteie-se de alguma forma. Caso você tenha tido ajuda, lembre-se de passar essa atitude adiante e reconhecer as ações dos seus colegas de trabalho. 

Aprenda com os erros e continue 

Na vida, tanto pessoal como profissional, é comum que tomemos decisões equivocadas. No entanto, essas situações não podem ser transformadas em fatores que levem à desmotivação: erros devem ser vistos como lições, assim, procure sempre aprender e seguir em frente.

Como você pode ver, a motivação no trabalho envolve muitas facetas. Cada um dos itens citados acima tem sua relevância, variando em intensidade de pessoa para pessoa. É preciso uma reflexão para descobrir quais ações precisam ser tomadas para que você comece a se animar mais e mais com sua atividade profissional.

Gostou de aprender essas dicas? Conhece alguém que poderia usá-las? Então compartilhe este post nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a se motivarem! Vamos lá!

HQT
Autor

Escreva um comentário

Share This