Abrir um negócio é encarar um enorme desafio. Por isso, é preciso conhecer cada fase pela qual seu empreendimento vai passar e as dificuldades que precisarão ser superadas. Dessa forma, você terá mais clareza de como fazer uma empresa crescer.

Assim como os produtos têm um ciclo de vida, empresas traçam uma trajetória, que tem início no esforço para o lançamento e perdura com o objetivo da manutenção do sucesso.

Sem dúvida, conhecimento é fundamental para seguir. Por isso, preparamos este post com dicas de como fazer uma empresa crescer. E o melhor: sem se desesperar!

Ficou interessado? Então, siga a leitura do post e esteja preparado para esse desafio!

Quais são as etapas do desenvolvimento de uma empresa?

O desenvolvimento de uma empresa depende de um trabalho constante, mas que se transforma dependendo da fase em que se encontra o negócio.

As características de cada etapa pedem esforços distintos e conhecê-las pode ser o grande trunfo para vencer esse desafio.

Acompanhe as 6 fases de desenvolvimento da empresa e esteja preparado para antever problemas e elaborar com mais rapidez soluções viáveis.

1. Existência

Nessa fase, que se inicia com o lançamento do negócio, o empreendedor administra a empresa praticamente sozinho. São poucos os colaboradores e ainda não existem controles formais.

O crescimento das vendas será lento. Isso porque o consumidor precisa conhecer a empresa. Nesse contexto, uma ação de marketing para introduzir o produto ou serviço no mercado é fundamental.

2. Sobrevivência

O importante é sobreviver! A empresa começa a ser organizar e surge a necessidade de capacitação de colaboradores e de sistemas de gerenciamento. O empresário começa a delegar funções.

Nesta fase, em que os consumidores já conhecem o produto, a empresa passa a ter a tarefa de seduzir seu público-alvo. O objetivo é que comprem de você, e não dos seus concorrentes.

Por meio de campanhas de marketing, mostre os diferenciais do seu empreendimento, produto ou serviço.

3. Sucesso

Agora, o desafio é crescer. A empresa já conta com gerentes que tomam decisões estratégicas, sistemas e processos mais robustos e o reconhecimento do mercado.

O empreendedor, por sua vez, passa a lidar com uma grande quantidade de formalizações e necessidade de pessoal qualificado. Também precisará investir na fidelização de clientes e na conquista de novos consumidores.

Uma maneira de fazer isso é utilizando o marketing digital e as mídias sociais. Você passará informações valiosas sobre seu produto ou serviço e, ainda, abrirá canais de atendimento ao cliente.

4. Decolagem

A empresa está pronta para alçar voos mais altos. O empreendedor percebe que seu negócio cresceu e que, por vezes, toma rumos nem sempre definidos por ele. Também é comum nessa fase que colaboradores tenham mais conhecimento sobre o negócio do que o próprio dono.

Nesta fase, uma equipe de branding também pode trabalhar a imagem da marca e contribuir para a expansão do negócio.

5. Maturidade

O crescimento do negócio já estagnou. Hora de ter o retorno dos investimentos que foram feitos para que a empresa chegasse a esse ponto.

Os esforços de comunicação e suporte são fundamentais nesta fase. Com todos os nichos conquistados e média de vendas satisfatória, o trabalho deve se voltar para o público.

É muito comum, nesta etapa, que o empresário se acomode e esqueça que precisa continuar com o trabalho de fidelização do cliente em toda a jornada de compra, inclusive com um atendimento de excelência.

Não deixe que o caminho confortável desta etapa atrapalhe seus negócios!

6. Revitalização

O empreendedor, nessa fase, deve avaliar para onde sua empresa está indo. Dessa forma, conseguirá superar eventuais crises e crescer de forma sustentável.

Pode ser o momento certo para lançar um novo produto ou repaginar a empresa com a ajuda de uma ação de marketing. O importante é não entrar em declínio!

Como se planejar para encarar as fases de crescimento da empresa?

O planejamento é essencial e algumas medidas, válidas para qualquer uma das fases de crescimento, podem ajudá-lo a encarar os desafios inerentes a cada uma dessas etapas. Veja só!

Faça uma projeção de metas

Defina onde quer que a sua empresa chegue, sempre levando em conta a capacidade dos colaboradores em termos de eficiência e tempo.

Capacite colaboradores

Os colaboradores devem estar preparados para assumir desafios. Como vimos, a cada etapa, o empreendedor se afasta da operação para cuidar da gestão.

Para isso, valem algumas dicas:

  • analise bem o perfil do colaborador na contratação, levando em conta os planos que você tem para a empresa e como cada um pode se encaixar nas funções;
  • prepare gestores que possam contribuir com o crescimento da empresa, sempre alinhando suas expectativas, aumentando gradativamente suas responsabilidades, acompanhando sua evolução e dando feedbacks;
  • promova os colaboradores preparados para encarar novos desafios. Esta é uma maneira de reconhecimento importante para o funcionário e para a empresa;
  • acompanhe constantemente a gestão para garantir uma boa performance das pessoas.

Melhore a estrutura e os processos

Isto vai ter impacto em todo o desenvolvimento da empresa e nas mudanças que vão acontecer. Por isso, siga essas dicas:

  • verifique a estrutura de cada área e confira se ela será escalável para o crescimento planejado;
  • especialize áreas, pensando em ter, pelo menos, uma equipe mais apta para atender clientes e outra para as demandas internas;
  • faça benchmarking, analisando, antes de cada mudança, como empresas do seu segmento encararam desafios semelhantes;
  • melhore os processos com um time flexível e que consiga fazer ajustes sempre que preciso.

Garanta o alinhamento de cultura

É muito importante que as mudanças provocadas durante o processo de crescimento não interfiram na cultura da empresa. Isso deixaria novos colaboradores cada vez mais distantes dos fundadores da organização.

Para que isso não ocorra, faça o seguinte:

  • tenha um guia, um tipo de código de cultura;
  • coloque em prática os valores da empresa ao tomar decisões ou para embasar ações.

Enfim, conhecendo cada fase do desenvolvimento, você terá a chance de prever os problemas que virão e buscar, rapidamente, as soluções possíveis.

Mas vale lembrar que as empresas são organismos vivos, com particularidades e características próprias, que, por vezes, podem exigir análises mais profundas.

Além disso, crises e sazonalidade também podem influenciar nessas fases, mas com planejamento podem ser contornadas.

O importante é saber que essas fases e problemas são comuns e estar preparado é a melhor maneira de enfrentá-los.

Gostou das dicas de como fazer uma empresa crescer? Então, assine nossa newsletter e fique por dentro das novidades sobre o tema!

HQT
Autor

Escreva um comentário

Share This