fbpx

Se você gerencia as campanhas de uma empresa sabe a importância de acompanhar os resultados e utilizar indicadores de marketing para entender o cenário, tomar as melhores decisões e alcançar os objetivos desejados.

As estratégias digitais somaram muito nesse cenário, facilitando o trabalho do gestor e de sua equipe não apenas no alcance da audiência, mas também na mensuração de resultados. Afinal, cada plataforma gera dados que, se aproveitados, podem ajudar muito a entender os interesses do público e otimizar investimentos.

E se você tem métricas a sua disposição, não tem por que administrar o negócio apenas com base na intuição, não é mesmo?

Nesse texto você vai entender a importância de coletar métricas, como tomar melhores decisões e como as soluções digitais podem ajudar. Vamos lá?

A importância de coletar métricas nas campanhas de marketing

Independentemente da estratégia e dos canais utilizados para se comunicar com o público da marca, você deve coletar os dados gerados pelas suas campanhas de marketing.

Vai anunciar produtos no Google Ads ou patrocinar um artigo do blog no Facebook Ads? Ambas as plataformas produzem métricas que você pode utilizar para entender a eficiência dos investimentos e os resultados, de modo a orientar os próximos passos rumo aos objetivos da empresa.

E não é só isso: além de poder otimizar os investimentos nas campanhas que apresentam melhor performance, ao acompanhar as métricas você poderá entender melhor o perfil de seu cliente.

Qual a idade média da audiência, que formatos de conteúdo mais chamam a sua atenção, que produto mais desperta interesse e em quais redes sociais a persona é mais engajada. Sem acompanhar os dados gerados pelas plataformas ou soluções digitais fica difícil conhecer essas informações e gerir com mais respaldo.

As métricas são valores simples, facilmente encontrados nos relatórios de soluções digitais, como o Google Analytics, WordPress e os gerenciadores das mídias sociais. São números como quantidade de impressões, taxa de cliques, percentagem de engajamento e novas sessões em um site.

Não são muito indicadas para fins de tomada de decisões gerenciais, já que fazem apenas a medição mas não indicam resultados. Afinal, para isso, temos os indicadores de marketing ou de performance, também conhecidos como KPI’s (Key Performance Indicators).

Eles, sim, devem ser utilizados para orientar os investimentos de uma empresa. São gerados junto a diferentes métricas e, portanto, são um pouco mais complexos. O Retorno sobre o Investimento (ROI) é um dos principais KPI’s, pois indica o sucesso financeiro, resultado das campanhas e ações da empresa. Para calculá-lo, não basta levar em consideração as vendas em um determinado período — é preciso entender os custos envolvidos.

Assim, o gestor pode compreender se a empresa está sendo eficiente e as campanhas eficazes. Você percebe o quanto coletar métricas para gerar indicadores de marketing é importante para entender o cenário, otimizar os investimentos e alcançar objetivos?

Antes de investir, mensurar e otimizar, no entanto, é preciso criar um planejamento estratégico de marketing. Apenas com a definição de objetivos você poderá cobrar da sua equipe resultados que estejam de acordo com os planos da empresa.

A aplicação dos indicadores de marketing na tomada de decisão

Embora a criatividade desempenhe um papel super importante para as campanhas de marketing, as decisões não devem ser baseadas em achismos e na intuição. Por outro lado, a experiência de ações passadas também não deve ser a única variável que você precisa considerar. Afinal, se um anúncio performou bem com uma chamada popular há um ano, não significa que terá o mesmo efeito no momento presente.

Para tomar decisões mais certeiras é preciso utilizar dados. Aplicar a razão no processo de escolha do que fazer em suas campanhas é essencial para otimizar os investimentos e colher resultados cada vez mais satisfatórios e menos custosos.

Para isso, você precisará analisar as métricas e os indicadores, comparar resultados, pensar em possibilidades e prever conclusões para as diferentes escolhas.

Imagine que você tenha criado uma campanha de links patrocinados no Google Ads oferecendo uma consultoria gratuita, a fim de gerar leads e encontrar novos clientes. Se você perceber que uma palavra-chave converte duas vezes mais do que outra, não seria interessante otimizar os investimentos para a frase que gera mais negócios efetivos?

É por isso é preciso aplicar os conhecimentos que os indicadores de marketing proporcionam na gestão das campanhas. Não adianta apenas gerar dados e métricas, ou mesmo KPI’s, e deixá-los em um painel online ou em uma planilha no laptop.

É necessário também definir períodos de avaliação, quando você verificará os resultados e pensará no que deve ser feito para que a empresa alcance seus objetivos.

Para isso, é preciso cruzar as métricas que importam para gerar insights. Gerentes de pequenas lojas virtuais, naturalmente, se preocupam com a quantidade de produtos vendidos em um mês, mas será que a maioria deles considera quanto foi investido em anúncios? Sem entender os custos, não é possível avaliar o retorno sobre o investimento.

Além de cruzar as métricas e gerar indicadores importantes à gestão da empresa, não podemos esquecer de considerar os períodos sazonais.

Imagine que você faça uma campanha para um cliente de e-commerce durante a Black Friday. Isso quer dizer que os resultados serão os mesmos no mês ou na semana seguinte?

Entender a variação dos resultados ao longo do tempo é essencial para colher ganhos mais benéficos, sem esquecer que tudo isso tem relação com os investimentos financeiros.

Assim, é imprescindível que você entenda não apenas o significado de cada métrica e indicador de marketing, mas como cada uma dessas é composta, com quais outros valores se relacionam e como influenciam as finanças empresariais. Um ROI de 400% é sensacional, no entanto não se relaciona com a taxa de conversão do funil, necessariamente.

Se aumentar a quantidade de pessoas que passam de leads para clientes for uma prioridade para a empresa, portanto, é preciso entender bem essa dinâmica e fazer outras mudanças, que não envolvam apenas custos e vendas, desconsiderando as etapas do funil de marketing.

A geração de métricas e indicadores de marketing em soluções digitais

Já explicamos que as soluções digitais geram relatórios nos quais é possível acompanhar métricas e até customizar indicadores de marketing. Um desses programas é o Google Analytics, que é gratuito e, automaticamente, disponibiliza dados a respeito dos visitantes de um site.

Se você utiliza o Instagram para fins empresariais ou faz anúncios no Facebook Ads, já deve conhecer também os painéis de análise das mídias, nos quais é possível acompanhar as informações, como gênero e faixa etária da audiência, além de métricas de interação.

É claro que, além das soluções de web analytics e das mídias sociais, você pode utilizar várias outras fontes de dados para entender melhor a sua audiência. Formulários de cadastro e pesquisas de opinião, métricas de e-mail marketing e interação por call center, por exemplo, além de informações dos sistemas gerenciais de Vendas e Logística.

Utilizar dados de diversas fontes para a tomada de decisão não é nada fácil e, provavelmente, você precisará de algum sistema ou programa de business intelligence (BI), que ajude a organizar e cruzar as informações, a fim de criar padrões de comportamento, tendências e preferências da audiência.

Aliás, usando ou não um software de BI, é muito provável que você precise de profissionais especializados não apenas para criar suas campanhas, mas também para avaliar e otimizar seus resultados.

E então, você entendeu como os indicadores de marketing possibilitam uma gestão mais certeira e eficaz orientada a dados? Embora a intuição e experiência sejam relevantes, nada melhor que utilizar a razão para decidir onde investir mais ou menos nas estratégias da empresa, de acordo com seus objetivos. Sendo assim, sempre leia as métricas de suas campanhas, mas relacione-as entre si e crie KPI’s que mostrem o caminho para o futuro desejado.

HQT
Autor

Escreva um comentário

Share This